Dieese aponta que no Pará, cesta básica registrou aumento de mais de 7% em maio de 2024

Conforme as pesquisas realizadas pelo Dieese, no Pará, o preço da cesta básica de alimentos voltou a subir. Analisando o período de janeiro a maio de 2024, o Dieese apontou um aumento acumulado de 7,06% no custo da cesta básica.

Trata-se de mais que o dobro da inflação do mesmo período.  Segundo a análise do Dieese, para uma família composta por dois adultos e duas crianças, mensalmente, foram necessárias três cestas básicas. 

Com esse dado, o custo de alimentação em maio foi de R$ 2.072,94, exigindo um salário mínimo e meio para cobrir as necessidades alimentares básicas.  Nesse mês, o trabalhador paraense precisou destinar 52,90% do salário mínimo para comprar os itens básicos da cesta, ou seja, mais da metade da renda mensal.

Isso significa que, para custear apenas a alimentação, foi preciso trabalhar 107 horas e 40 minutos das 220 horas mensais previstas em lei. Mais da metade dos doze itens que compõem a alimentação básica sofreram aumento em comparação ao mês de abril de 2024.

Os produtos que mais pesaram neste mês no bolso dos consumidores foram o leite, tomate, arroz, banana, manteiga, café e farinha de mandioca. Por outro lado, alguns itens registraram queda nos preços: feijão, óleo de soja e carne bovina.

Foto: Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *