Governo do Pará acelera serviços na rotatória do 40 Horas, em Ananindeua

Foto: Raphael Luz/Agência Pará

O Governo do Pará acelera com os trabalhos de substituição da rotatória do 40 Horas em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. A estrutura vai ser substituída por um novo sistema de semáforos com tempo cronometrado e sincronizado. A intervenção urbana faz parte do pacote de obras estruturais do Estado, para garantir maior fluidez no trânsito local, especialmente, na integração entre Belém e Ananindeua, dos dois municípios mais populosos do Pará. A previsão para que a obra seja concluída é de 20 dias.

As obras de substituição da rotatória do 40 Horas pelo novo sistema de semáforo iniciaram na última sexta-feira, 24. O projeto foi desenvolvido pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) e a execução dos serviços é da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Seinfra).

Conforme o titular da Seinfra, Adler Silveira, a intervenção urbanística quer ampliar a mobilidade no tráfego em uma das principais rotas entre Belém e Ananindeua. “Essa é uma ação imediata que busca melhorar a mobilidade, garantindo maior fluidez aos usuários destas avenidas, reduzindo as interferências e ordenando o tráfego. O objetivo é melhorar a qualidade de vida da população reduzindo o tempo deles no trânsito”, disse ele.

A decisão foi tomada após um levantamento técnico do Detran, que diagnosticou que a rotatória chegou ao limite devido à quantidade de veículos que trafegam pela área. A intervenção visa garantir um tráfego mais ágil e seguro para condutores e pedestres.

Como vai funcionar

Serão instalados seis semáforos com três tempos de movimento. O projeto também prevê a abertura de um retorno entre as duas torres de energia no sentido das avenidas Mário Covas e Hélio Gueiros, além de faixas preferenciais à direita, tempo de travessia para pedestres e revitalização da sinalização horizontal e vertical.

O projeto é desenvolvido em quatro etapas: a remoção da rotatória e adequação do retorno; a pavimentação da área para a passagem de veículos; a sinalização vertical e horizontal para assegurar a segurança do tráfego; e, finalmente, a implantação dos grupos semafóricos.

“Nós já iniciamos as obras dos viadutos na avenida Mário Covas com a rua  3 Corações, e, na avenida Mário Covas com a avenida Independência. Com mais essa intervenção na rotatória do 40 Horas, vamos garantir um melhor ordenamento no trânsito, proporcionando maior segurança para a população da região”, destacou Adler Silveira.

Fiscalização e orientação – Durante o período de execução das obras, o Detran fica responsável pela orientação dos motoristas que trafegam pela via, até a conclusão do serviço. As equipes de fiscalização do órgão de trânsito monitoram a área, e equipes de educação vão realizar ações para reforçar as orientações sobre as mudanças na via.

Expectativas – A corretora de imóveis, Steffani Feio, é moradora de um conjunto residencial no bairro do Coqueiro e utiliza a rotatória para ir ao trabalho. Ela espera que a obra traga alívio ao engarrafamento frequente na área. “Espero que a obra faça fluir mais o trânsito, a gente acaba perdendo muito tempo com o engarrafamento que se amontoa nesse trecho da Independência, geralmente eu perco mais de 20 minutos para passar por ali. Estou ansiosa para que a obra seja concluída logo”, disse.

Já a arquiteta Renata Paixão, que mora no bairro do Atalaia, busca no projeto mais segurança viária. “O fluxo é bem intenso no início da manhã e à noite, a gente tem que ter muito cuidado para utilizar essa rotatória porque é muito carro e o risco de acidente é grande, então espero que essa obra traga mais segurança e diminua esse engarrafamento todo, com a maior fluidez do trânsito, quem utiliza as vias irá ter mais segurança, trazendo uma maior mobilidade urbana para a população da região”, concluiu.

Por Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *