Iniciativa inédita no país, Governo do Pará premia estudantes da rede pública estadual com R$ 10 mil

Foto: Marco Santos / Ag. Pará

O Governo do Pará promoveu uma verdadeira celebração da educação com a entrega de 3.200 cheques do Programa “Bora Estudar”, que totalizou o investimento de R$ 34 milhões, aos estudantes que obtiveram notas superiores a 900 na Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou tiveram melhor desempenho em sala de aula. O cheque, no valor de R$ 10 mil, que por meio do Programa Sua Casa, proporciona a construção, reforma, ampliação, melhoria ou adaptação da casa dos estudantes. O evento aconteceu nesta quarta-feira, 29, no Hangar Centro de Convenções, em Belém. 

O “Bora Estudar” é o maior programa de bonificação e reconhecimento para estudantes do Brasil. Além disso, a iniciativa inédita, gera oportunidade e transforma sonhos em realidade.

“A estratégia do Governo do Estado é valorizar os melhores alunos e destacá-los como exemplos a serem seguidos e a serem olhados e enxergados como motivacionadores dos demais alunos no sentido de elevar as notas e reduzir a evasão escolar, além de garantir com que o ambiente das escolas do Estado possam ser atrativos. A partir do Bora Estudar, que é maior programa de incentivo de boas práticas no Brasil, nós estamos falando de uma mobilização de 19 mil salas de aula, cada aluno recebendo R$ 10 mil reais, são R$ 190 milhões de reais de recurso do Estado exclusivamente para esta agenda”, enfatizou o governador do Pará, Helder Barbalho. 

Conforme a vice-governadora do Pará, Hana Ghassan, o momento marca a vida de estudantes, professores, familiares e a educação paraense.

“Além da entrega da premiação, é muito importante ter essa sensação de que é possível, uma sensação de vitória. E quero que cada um, cada aluno, cada professor, guarde na memória esse momento porque momentos como esses nos ajudam para momentos futuros. Toda vez que você tiver se sentindo fraco, desanimado, com os percalços que a vida tem, porque a gente sabe que existem momentos bons e momentos não tão bons, que vocês se agarrem a esse momento de hoje, para poderem superar todos os desafios que virão pela frente, que possam transformar a vida de vocês e a vida da família de vocês. Por isso, é um dia de muita alegria e eu quero parabenizar a todos que construíram esse momento. Parabenizo o secretário Rossiele e digo que tenho convivido com ele nesses últimos anos e é uma grande alegria ver uma pessoa tão apaixonada pela educação porque a gente faz bem aquilo que a gente gosta, aquilo que a gente tem paixão”, afirmou a vice-governadora.

Em sua fala, o secretário de Educação do Pará destacou a importância da educação e seus benefícios. “Esses R$10 mil é para vocês melhorarem o que vocês quiserem dentro da casa de vocês, comprar material de construção, pintar o quarto, arrumar, e isso é o resultado da educação chegando dentro da sua casa. Qual pai e mãe aqui imaginava que no início do ano o filho de vocês, ou a filha de vocês, estaria trazendo 10 mil reais para estar ajudando a casa? Isso é o resultado de investir na educação. Isso é o resultado do esforço de cada uma das crianças, de cada um dos jovens que estão aqui e de outros tantos. Reconhecer isso é fundamental”.

Com o programa, os estudantes e as famílias conquistam mais dignidade ao reformar o quarto para estudos, um banheiro, cozinha, sala, uma série de necessidades que fazem a diferença na jornada do estudante. Como, por exemplo, a família da Ana Sofia Meireles, estudante do 9° ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Santa Luzia, no bairro da Sacramenta, em Belém.

“Vai fazer muita diferença para minha família porque a gente já queria fazer uma reforma lá em casa, já estávamos precisando há um bom tempo e é muito gratificante ver que todo o meu estudo e esforço estão valendo a pena. Eu sempre me dediquei muito e vejo que valeu e vale muito a pena e isso é muito importante para mim. Eu moro com a minha avó, ela tem problema de coluna e esse cheque vai ajudar a reformarmos a casa e deixar tudo melhor para ela”, contou.

Cheia de orgulho, a avó da estudante destaca que vale a pena se dedicar aos estudos e afirma que o cheque veio na hora certa. “Estou muito orgulhosa dela, essa conquista representa muita coisa e veio em boa hora. Eu tenho muito orgulho da minha neta, ela é muito estudiosa e desde os dois anos vive comigo. Com esses R$ 10 mil vamos poder ajeitar a casa com uma pintura boa, ajeitar o quarto dela e fazer umas coisinhas lá, então realmente veio para ajudar muito”, disse Rosineiry Belém, de 70 anos.

A pequena Lindsay Aragão, estudante do 5° ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Benedito Chaves Mendes, no bairro do Jurunas, em Belém, está entre as melhores da escola e conta que a família ficou muito feliz com a conquista. “Eu estou aqui porque fui uma das melhores alunas da minha escola e esse cheque vai ajudar muito porque estamos construindo lá em casa. Eu gosto muito de estudar, meu dia a dia na escola é bem legal, gosto muito de matemática porque tem contas e eu gosto de multiplicação. Estou muito feliz”, comentou a estudante.

Para Patrícia Carneiro, mãe da estudante Steffany Carneiro, que concluiu o Ensino Médio na Escola Estadual de Tempo Integral Cordeiro de Farias, em 2023, e foi contemplada pelo Programa Bora Estudar por desempenho, o crédito vai sem muito bem investido na casa e um espaço especial de estudos para a filha. “Eu sou uma mãe muito orgulhosa, estou muito emocionada. Essa conquista veio para alegrar meu coração. Vejo que todo o esforço da minha filha valeu e vale a pena. Ela sempre gostou muito de ler e a gente já conversou que esse dinheiro vai ajudar demais porque estamos construindo a nossa casa e esse dinheiro vai ajudar muito, inclusive para fazer um cantinho para ela estudar, ficar mais a vontade”, disse a vendedora.

Escolas técnicas – Sob a gerência da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), os alunos das Escolas Técnicas também desempenharam um papel fundamental na atuação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtiveram notas superior a 900 e também foram contemplados com o programa “Bora Estudar”. A Sectet, por meio da plataforma Enem 2.0, permitiu o acesso gratuito dos estudantes à plataforma on-line com vídeos de professores renomados, discutindo o conteúdo para o certame.

Ao todo, 90 alunos de EETEPAS receberam a premiação no valor de R$ 10 mil referente ao “Bora Estudar”.

Para a aluna da Escola Técnica Dr. Celso Malcher, a importância do projeto é indiscutível. “Para todos os estudantes que, assim como eu, são moradores de periferia, frequentadores dos colégios públicos, eu vejo como imensurável a dimensão desse projeto, porque são por pequenos projetos que melhoramos os problemas que a sociedade é cercada, como o enfrentamento da evasão escolar que tantas pessoas sofrem, esse projeto serviu para demonstrar para minha família e as outras famílias também a importância da educação como medida de mudança de realidades”, disse a aluna.

As escolas Tecnicas Anísio Texeira, Ana Telles, Magalhães Barata, Juscelino Kubitschek, Dom Aristides Pirovano e demais se destacaram com as maiores notas.

Para o titular da Sectet, Victor Dias, a premiação contempla todo o trabalho realizado através do Governo do Estado, junto às Escolas Técnicas, para que o aluno consiga atingir a principal meta: ter acesso à educação de qualidade. “Mérito do aluno, da sua família, da direção das escolas técnicas que se empenharam através dos seus professores, cursos, que usaram a plataforma do Enem Pará 2.0 para chegar nesse momento e ter o seu aluno contemplado. O Bora Estudar é um incentivo inédito no país e certamente garante ao aluno que todo o esforço vale a pena” diz o secretário.

Texto: Fernanda Cavalcante – Ascom Seduc

Por Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *