Atletas do Bolsa Talento ficam em 5º lugar no no Campeonato Brasileiro de Cadeira de Rodas sub-23

Foto: ASCOM SEEL

Atletas e comissão técnica do Clube dos Deficientes Físicos do Pará — All Star Rodas que fazem parte do programa Bolsa Talento do Governo do Pará, disputaram entre os dias 26 e 31 deste mês, o Campeonato Brasileiro de Basquetebol em Cadeira de Rodas, na categoria sub-23, encerrando a sua participação em 5º lugar do Brasileiro. O Campeonato foi realizado no Ginásio da ANDEF, em Niterói, no Rio de Janeiro, organizado pela Confederação Brasileira de Basquete em Cadeira de Rodas (CBBC).

Times de oito estados participaram do torneio: São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Paraíba, Pará e Paraná. São Paulo foi o que mais teve representantes, três clubes no total. O  ll Star Rodas venceu duas partidas contra os times dos Leões Castro-PR, pelo placar de 40 a 30, e ANDEF Cobras-RJ por 49 a 42.

O secretário titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Cássio Andrade, parabenizou o empenho de toda a equipe do Clube All Star Rodas. “Um resultado que representa o trabalho brilhante que o nosso técnico e atletas do Bolsa Talento estão realizando diariamente, e essa 5ª colocação em um Campeonato Brasileiro, nos orgulha! O Governo do Pará, por meio da Seel, trabalha nesta valorização do esporte Paralímpico”, disse o secretário. 

O técnico do All Star Rodas, Wilson Caju, ressalta a participação pela primeira vez do clube paraense, no Brasileiro de Cadeira de Rodas, sub-23. “É a primeira vez que o All Star está participando com uma equipe no Sub-23. O quinto lugar, é uma posição muito honrada para a gente pelo trabalho que estamos fazendo. Iniciamos os garotos que, futuramente, farão parte da equipe principal. Eu acredito que esse é o trabalho do All Star: descobrir talento, colocar novos garotos como garotas também e evidência. O quinto lugar para nós, foi como se fosse o primeiro”, disse.

O Campeonato Brasileiro de Basquetebol encerrou com o título da Desportiva Para Deficiente (SP), por 78 a 58 contra o time da ADFIMA de Alagoas. 

CLASSIFICAÇÃO FINAL: 

1º DESPORTIVA PARA DEFICIENTES (SP)
2º ADFIMA /ASA/ ALAGOAS
3º GADECAMP/SP
4º AAPD/PB
5º ALL STAR RODAS PARÁ/BANCO DA AMAZÔNIA (PA)
6º ANDEF COBRAS//RJ
7º CAD//ADR/(SP)
8º LEÕES/SMEJ/CASTRO/(PR)

BOLSA TALENTO

O Programa Bolsa Talento foi criado pela Lei 7.119, de 31 de março de 2008 pelo Governo do Estado para estimular o desenvolvimento físico, social e psicológico de atletas contemplados em modalidades olímpicas, paralímpicas e amadoras.

A partir do projeto, foi possível manter e aumentar o número de atletas que representam o Pará em competição regional, nacional e internacional. O critério para se tornar atleta do programa é o ranking construído a partir dos relatórios enviados pelas federações à Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL), gestora do programa.

Texto: Jessé Lima/Ascom Seel

Por Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *