Feira Internacional de Turismo será realizada em Santarém, oeste do Pará

Foto: Wellygnton Coelho/Agência Pará

A 12ª edição da Feira Internacional de Turismo (FITA) já tem data marcada. A edição deste ano, realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), será de 23 a 25 de agosto, no Centro de Convenções Sebastião Tapajós, em Santarém, na Região Turística do Baixo Tapajós. 

O evento abordará o tema “Amazônia Viva: Encontros Mágicos nos rios Tapajós e Amazonas”, integrando a discussão à temática da 30ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 30), que será sediada na capital paraense, Belém, em novembro de 2025. O destaque será a biodiversidade da região tapajônica, promovendo experiências autênticas e sustentáveis, enquanto enfatiza a Amazônia como um local único para encontros memoráveis com a natureza e a cultura local.

Esta edição é a primeira realizada fora de Belém e terá uma atualização no formato da feira, um conceito mais dinâmico e estratégico para apresentar novos produtos, fortalecer os produtos já existentes, mostrando o potencial econômico do turismo no estado e impulsionando a comercialização do destino Pará. Outra novidade desta edição é que o último dia de evento será destinado às vivências em Santarém para os participantes do evento e entorno.

Já nos dias 23 e 24, ocorre a Feira de Produtos/ Roteiros Turísticos (estandes), Área da Produção Associada: Mostra de Produtos Associados – artesanato, manifestações culturais, gastronomia, Feirão de Produtos Turísticos (espaço para comercialização direta ao público final), Rodada de Negócios; Espaço do Conhecimento Técnico-científico baseado em três eixos sustentabilidade, inovação e governança, além de ações promocionais como Famtour, para operadores e agentes de viagens e ‘Press Trip’ para influenciadores e jornalistas. 

Para o secretário da Setur, Eduardo Costa, com a COP 30 da Amazônia e o Pará ter dois destinos eleitos como os mais procurados para o turismo, só confirma que Estado tem as ferramentas necessárias para desenvolver o turismo. “O Governo do Estado vem investindo nas condições gerais de infraestrutura de suporte à atividade turística, na logística de transporte, segurança, capacitação profissional, sinalização turística e recuperação do patrimônio histórico e cultural”, pontuou o titular.

Desde o dia do seu lançamento, a FITA visa promover os destinos e produtos turísticos da Pan Amazônia, perante os principais países emissores de turistas, com especial interesse nos segmento natureza, aventura, pesca esportiva, negócios e eventos, cultural, dentre outros. “A realização da feira contribui com a geração de novos negócios para vendedores regionais, graças à formatação de produtos turísticos para a região amazônica que, por sua vez, influenciam nos investimentos governamentais e privados voltados para o turismo.  E na FITA 2024, queremos ratificar a Feira Internacional como o maior evento de receptivo turístico internacional na região, reunindo, além dos estados brasileiros, os países pan-amazônicos com o intuito de ampliar, promover e comercializar, entre si e em outros mercados emissores mundiais, além de oportunizar o conhecimento atualizado da oferta turística desta região”, afirmou o secretário.

Por Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *